Artigos

Mudança no horário do trato pode deixar mais dinheiro na fazenda

Pesquisadores da Universidade de Guelph no Canadá realizaram um experimento com o objetivo de avaliar o impacto da mudança no horário de fornecimento da dieta completa em algumas variáveis importantes no sistema de produção de leite. Durante o experimento animais foram ordenhados 3 vezes ao dia: 7:00, 14:00 e 21:00. Pesquisadores testaram dois tratamentos: fornecimento de dieta no horário da ordenha (normal) – as 7:00 e 14:00 – ou fornecimento de dieta com três horas e meia após da ordenha (atrasada) – as 10:30 e 17:30. Animais que receberam a dieta atrasada consumiram menos do que animais que receberam a dieta normal (tabela 1). Esta diminuição do consumo de matéria seca aconteceu com um aumento do número de refeições durante o dia, praticamente uma refeição a mais para vacas que receberam a dieta atrasada. Como não houve diferença na produção de leite, o maior impacto foi na eficiência de utilização do alimento: as vacas que receberam a dieta atrasada consumiram menos para produzir a mesma quantidade de leite!

              a 1 – Impacto da mudança do horário de fornecimento da dieta no desempenho de vacas leiteiras.

 

Atrasada

Normal

Refeições diárias

10.1

9.2

CMS, kg/d

26.3

27.6

Leite, kg/d

46.3

46.3

EA, kg leite/kg MS

1.69

1.80

Atrasada – dieta fornecida as 10:30 e 17:30
Normal – dieta fornecida no horário da ordenha as 7:00 e 14:00
Horário de ordenha: 7:00, 14:00 e 21:00.
EA = eficiência alimentar, kg de leite por kg de matéria seca consumida.

 Certamente uma ferramenta que precisa ser pensada na fazenda, pois se pode modificar o horário de fornecimento de alimento para proporcionar um horário melhor de trabalho para os funcionários desde que não haja impacto em produção e qualidade do leite.

 

 

 

produtos em destaque

Clique aqui para Comentar

Você precisa fazer o login para publicar um comentário. Logar

Deixe sua Resposta

Topo